terça-feira, 2 de outubro de 2012

Tertúlias sobre o Cávado nos dias 17 e 26 de Outubro de 2012

Inserida no seu plano anual de atividades, a Katavus – associação ambiental e cultural da zona do vale do Cávado a norte do concelho de Braga – leva a efeito duas tertúlias sobre o Rio Cávado.
A primeira decorrerá no próximo dia 17 do corrente, na Livraria Centésima Página, às 18h00. Versará sobre “Memórias e Vivências”. Conta com a participação dos convidados Dr. Manuel Albino Penteado Neiva (CIM Cávado) e do Professor Aurélio de Oliveira (UPorto, ap.).
A segunda decorrerá no próximo dia 26 do corrente, no Centro Cívico de Palmeira, às 21h30. Centrar-se-á nas temáticas da “Preservação e Valorização”. Terá a participação dos convidados Eng. Luís Macedo (CIM Cávado) e Professor António Guerreiro de Brito (UMinho).
Com esta ação a Katavus pretende dirigir os olhares para um património natural de uma enorme importância para a economia, para o turismo, para o desporto e para o lazer desta região, que aos olhos do público parece ser objeto de tratamentos diferenciados, desde a aposta incontornável na sua preservação e valorização a um distanciamento, desatenção, abordagem avulsa, apesar até das potencialidades havidas em apoios comunitários.
Iniciaremos com incursões no passado da vida comunitária gerada neste vale fluvial, desde tempos remotos até à atualidade, havendo oportunidade de se poder evocar designações que identificaram este rio, lendas, histórias de vida individual, familiar ou coletiva, usos e domínio senhorial hídrico, telúrico, artesanal.
Os nossos colaboradores convidados estão especialmente familiarizados com os propósitos destas tertúlias de avivar memórias, de suscitar conhecimentos, de anunciar propósitos, de apontar bases de desenvolvimento. A associação Katavus está certa de que vai proporcionar excelentes momentos de exposição e de debate sobre o Rio Cávado ao público interessado
O método e cenário escolhido pela Katavus não será o mais apropriado para desenvolver e aprofundar temáticas, mas estamos certos que poderemos, com os nossos especialistas convidados e com os intervenientes presentes, evocar e abordar realidades passadas e presentes, contribuindo para avivar de memórias, para consciencializar, para potenciar aprofundamentos e, sobretudo, para a preservação e valorização do rio e do vale.

Sem comentários:

Enviar um comentário