Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro 16, 2012

Visita à praia fluvial de Adaúfe

Imagem
A direção da Katavus realizou uma visita à Praia Fluvial de Adaúfe. A época balnear nesta praia iniciou no dia 15 de Junho, contando com a vigilância de dois nadadores salvadores devidamente certificados.A vigilância foi alargada, tendo o seu início às 10 horas e o encerramento às 19 horas, todos os dias da semana. Além dos nadadores salvadores, um vigilante e uma mulher de limpeza. A praia fluvial de Adaúfe é a única do Concelho de Braga que recebeu a certificação da Administração da Região Hidrográfica do Norte, I.P. (ARH) Norte.
A Junta de Freguesia, procedeu a alguns melhoramentos nomeadamente nos trilhos pedonais, onde colocou areia, para uma melhor circulação dos utentes, colocação de um novo Cartaz aonde estão citadas todas as proibições na praia fluvial, novas placas informativas e ainda à rectificação da prancha de saltos.


Sessão de encerramento das jornadas com homenagem ao padre Manuel Magalhães dos Santos

Imagem
Nesta sessão de encerramento houve lugar para uma singela homenagem a Manuel Magalhães dos Santos, pároco jubilado residente na Póvoa do Lanhoso, natural do lugar da Póvoa, em Palmeira, autor de diversos trabalhos histórico e etnográficos sobre esta freguesia (e não só). Na parte final, realizou-se o ‘Ensemble de Guitarras’ (septeto), constituído com alunos de duas gerações de idades, do professor Mário Adélio, de entre os quais faz parte um elemento da direção da KATAVUS.






Terceira Sessão das Jornadas comemorativas do Centenário da Monografia de Agostinho Correia Pereira

Imagem
A 3.ª sessão foi agendado para o dia 11 de Maio (sexta feira), às 21h30 e contou com a participação de Alberto Nídio Silva, que falou sobre as ‘Memórias do tempo lúdico’, de Manuel Carlos Silva, que abordou o tema ‘Entre velhos e novos modos de vida numa aldeia minhota: a luta pela segurança" e de Henrique Barreto Nunes que revelou como eram ‘As bibliotecas populares na 1.ª República".

Segunda Sessão das Comemorações da Monografia de Agostinho Correia Pereira - Peça de teatro "Palmeira 1909" da autoria de Miguel Marado

Imagem
A katavus lançou o repto a Miguel Marado e este aceitou. Consistia em inspirar-se na leitura da monografia de Agostinho Correia Pereira e escrever um texto teatral alusivo. Foi assim que nasceu a peça "Palmeira 1909". De acordo com Miguel Marado, “Palmeira, 1909” é um texto que relata o desaparecimento de Rui, um jovem de Palmeira com uma visão progressista, envolvido na luta pela implantação Republicana. A sua mãe, Teresa, está desesperada por encontrá-lo, mas esbarra as suas intenções no casmurro Agostinho, pai de Rui. Este, confiante de que as suas ideias de desenvolvimento se enquadram nos valores monárquicos e que os problemas de Palmeira não se devem à situação política, culpa desocupados como o seu filho, e outros a quem reconhece pouca ambição, pelo atraso que se faz sentir na agricultura e na sociedade aldeã. Sucede-se, então, uma série de confrontos de ideias envolvendo uma moleira, amiga de longa data da família, D. Carminho; o proprietário das terras que Agostinho…

Homenagem póstuma a Miguel Portas

Imagem
A katavus vem por este meio prestar homenagem póstuma a um grande defensor de causas da humanidade. Miguel Portas é um exemplo a seguir do modo de estar na vida pública. Que a sua luta por um planeta melhor inspire todos nós!

Projecto Limpar Portugal/ Limpeza do Ribeiro de Pinheirinho no dia 24 de Março de 2012

Imagem
No dia 24 de Março, A Katavus em Parceria com a Quercus - Braga, a Associação Guias de Portugal e a Nornatural/Natur-house procederam à limpeza da Ribeira de Pinheirinho situada na território limítrofe das freguesias de Palmeira e Adaúfe. Esta iniciativa fez parte do programa oficial do Projeto Limpar Portugal no Concelho de Braga e visou sensibilizar os cidadãos para o cuidado a ter com um recurso natural tão valioso como é a água. A ribeira de Pinheirinho nasce junto às Pedreiras de Montariol em terrenos privados, percorrendo mais de seis quilómetros até chegar ao Cávado. A atividade de limpeza esteve aberta a todos os interessados. O encontro ficou marcado para o largo da Escola EB 2,3 de Palmeira às 14:00. Depois de algumas orientações, os cerca de 50 participantes foram divididos em três grupos de trabalho: Grupo da Nascente, Grupo intercalar e Grupo da Foz. Estes grupos heterogéneos muniram-se de calçado e vestuário adequado, bem como de utensílios uteis para o corte de vegetação…

Primeira sessão das jornadas comemorativas do Centenário da Monografia de Agostinho Correia Pereira no dia 2 de Março de 2012

Imagem
A abertura oficial fez-se com o Secretário da Junta de Freguesia de Palmeira, José António Peixoto e com o Presidente da Direção da Katavus. Pelas 22h00 iniciaram-se as intervenções da noite com as seguintes abordagens: João Gomes (professor e investigador) falou sobre “Agostinho Correia Pereira e o seu tempo” (autor da monografia centenária). Francisco José Teixeira (engenheiro da Cavagri e proprietário da Quinta da Verdasca), abordou "O sector agrícola em Palmeira: 1910-2010". Ana Maria Barata (engenheira do Banco Português de Germoplasma Vegetal), falou sobre “Cem anos de biodiversidade agrícola”. José Pinto (presidente da direção da “Rusga de S. Vicente), "Um quinhão de memórias do palmeirense Manuel Silva - o Azevedo". Miguel Bandeira (professor catedrático da UM), explanou algumas ideias sobre "Palmeira - um referente tropical em veiga minhota: o campo e a cidade entre Braga e o Cávado".
A moderação desta sessão esteve a cargo da tesoureira da associ…

Apresentação das Jornadas Comemorativas do Centenário da "Monografia da Freguezia Rural de Palmeira" da autoria de Agostinho Correia Pereira

Imagem
A realização destas jornadas comemorativas da obra histórica de Agostinho Correia Pereira eram parte integrante e fundamental do plano de actividades do corrente ano. Esta monografia publicado em 1912 pelo antigo Ministério do Fomento é da autoria do agrónomo, natural de Vila Real, Agostinho Correia Pereira. O autor embora incida a sua análise sobre as práticas e estruturas agrícolas de inícios do século XX, estende a sua abordagem a outras temáticas como a Sociologia, a Antropologia, a História e a Economia que caracterizavam a Freguesia de Palmeira no Concelho de Braga. Embora possamos entender este estudo com o enfoque sobre a freguesia, entendemos que esta obra é antes mesmo um retrato de uma região mais vasta correspondente ao Minho rural do Inicio do século passado. Por isso, se torna uma obra fundamental para o estudo e conhecimento da mundividência desta região num passado já longínquo.
Aqui se relembra a divulgação das jornadas na comunicação social.
Texto de apresentação das Jor…

I Encontro de Reis e Cantares das Janeiras de Adaúfe no dia 29 de Janeiro de 2012

Imagem
A Katavus lançou o repto e a Junta de Freguesia de Adaúfe aceitou. Assim, em parceria com a Junta local, realizou-se  o I Encontro de Reis e Cantares das Janeiras de Adaúfe no dia 29 de Janeiro pelas 15.30 Horas. Pelo auditório do antigo edifício da Junta de Freguesia passaram os Grupos: Caminhos da Romaria, Rancho de Santa Maria de Adaúfe e “ Os Geraldinos da TUB”.
O auditório foi palco de uma iniciativa inédita que animou a população da Freguesia e de algumas freguesias vizinhas.
Os cantares dos Reis e Janeiras terminaram com lanche convívio para todos os elementos dos três grupos, no novo Edifício da Junta de Freguesia. De realçar o facto de a população ter aderido a esta iniciativa, o que ficou comprovado que o auditório foi pequeno para acolher todos quantos quiseram assistir a estes cantares das “reisadas”. A população não dispersou enquanto não se ouviram os derradeiros acordos. Esta iniciativa foi um sucesso. O executivo adaufense irá manter este evento para os anos seguintes…

Receção à Bicavalaria do Minho no dia 22 de Janeiro de 2012

Imagem
A Associação promoveu uma recepção à Bicavalaria do Minho. Este acto inédito, decorrido no dia 22 de Janeiro de 2012, teve como objectivo principal a divulgação da associação, ao mesmo tempo que constituiu um momento de promoção da Vila de Prado e de homenagem às suas gentes e tradições. A cerimónia foi amplamente difundida e registaram-se elogios por parte das instituições parceiras na sua organização, ao ponto de existir vontade por parte dos envolvidos em continuar com manifestações similares no próximo ano.
Recordamos agora aqui nesta plataforma a sua realização. Foi montado um palco por parte da Junta de freguesia local para o evento. Os sócios da Bicavalaria e respectivos veículo estacionaram no Campo da Feira, no espaço reservado. No início da cerimónia foi lida uma mensagem de boas vindas pelo senhor Presidente da Junta de Freguesia da Vila de Prado, Dr. Paulo Gomes. Seguidamente, procedeu-se ao sorteio de uma mulinha (veículo) de entre todos os veículos credenciados. O feliz c…